"Cuidadoso, de mansinho"

Desde esse dia aqui tô devendo o post sobre o voltuntariado com os gatos..

Demorei porque queria postar fotos e naquele dia eu não tinha tirado nenhuma.. fiquei esperando voltar lá pra postar, e isso só aconteceu hoje!

Agora vim com as fotos e as sensações quentinhas pra contar!

Conheci o Adopta un Gatito pelo facebook, quando estava tentando ajudar uns amigos a adotar um gato.
Seguindo pelo fb achei que parecia uma ONG organizada – sempre vejo cartazes deles por aí e tal – e resolvi que queria ajudar…

Quando cheguei lá fiquei um pouco chocada, na verdade…

A ONG não é exatamente uma ONG… como a própria responsável me disse, são “um par de particulares” fazendo um esforço do cão, mas, aparentemente com bastante dificuldade..


O lugar é bacana, espaçoso, com um quintal gostoso pros gatos tomarem sol… uma casa inteira só pros gatos!
E tem MUUUIITOOOO gato!!!!
São mais de 100 gatos na casa!








Durante a semana há uma moça, a Sandra, que vai limpar a casa de manhã e no final do dia vai a Pamela, a responsável pelo lugar.
Mas, sério, é muito gato, muita bagunça, muita sujeira…




Fora que, como sempre acontece em abrigos, quando você coloca muito gato junto é difícil controlar doenças…então o que tinha de gato espirrando lá, não dava nem pra contar!


A verdade é que as duas não dão conta… nas poucas horas que passam lá, fazem o que podem, limpam o básico, mas o grosso vai acumulando..
(fora que elas não são muito boas de organização e limpeza..rsrsrs)




No primeiro dia que fomos, eu e a Carol não ficamos muito tempo… conhecemos o lugar, apertamos vários gatos e ajudamos com um específico que estava doentinho – ok,ok..a Carol ajudou! rs E enquanto ajudava ainda me ensinou a colocar soro e aplicar remédio sub-cutâneo no pequeno!

Hoje voltamos pra colocar a mão na massa!!! 
Ajudamos a Sandra com a limpeza do lugar,  apertamos muitos gatinhos (que é a melhor parte, né?! hehehe). Limpamos um monte de olhos remelentos e colocamos colírios. Limpamos caixa de areia, pote de água, cobertor, prateleira (que pareciam que nunca tinham visto faxina antes..rs)… A Carol começou a colocar uma ordem no lugar (juro, é de chorar a bagunça e a sujeira em alguns lugares!!!), mas a gente já percebeu que vai precisar ir um dia (ou dois..rs) pra colocar tudo a baixo, fazer uma faxina de teto a piso, e depois ir com frequência pra tentar manter a coisa assim! rs

A idéia é ir aos poucos “ganhando confiança”, mostrando serviço pra poder começar a dar sugestões! Temos ótimas idéias e o exemplo maravilhoso do http://adoteumgatinho.uol.com.br!!! Queremos organizar o lugar fisicamente, mas também na prática.. ajudar a funcionar melhor o dia a dia e o esquema de ONG deles…
Eles já fazem, todo domingo, as “Jornadas de Adopción” – no último fim de semana 13 gatinhos foram adotados! Mas achamos que precisam dar uma estruturada no serviço, sabem?!

Tô torcendo muito pra dar certo!! Torçam daí também, ok?!

Ah..!
Começamos a manhã cuidando de um gatinho recém-chegado que estava muito doente… O encontramos gelado na caminha, quase sem conseguir se mexer… Colocamos soro, bolsa de água quente na cama, demos remédio, tentamos fazer comer…E no meio dessa manipulação toda o coisa linda ainda dava um jeito de ronronar!!!!
Mas ele tava muito mal…fraquinho de tudo, gelado de tudo…
Em determinado momento eu até achei que ele ia responder aos cuidados… começou a miar, a querer andar… mas ele não aguentou… morreu nas minhas mãos…
Acho que é a primeira vez que um ser morre assim, comigo… a primeira vez que vi aquele último suspiro e o final da respiração… os olhinhos perdendo o foco…

Era o meu maior medo – e o principal motivo de eu não ter ido estudar veterinária na vida! E foi difícil… foi triste… Mas, apesar da tremedeira que me deu, fui mais forte do que eu imaginava que seria… não chorei e consegui seguir o trabalho com os outros que precisavam!
Porque eu sei que, se quero “entrar de verdade nesse mundo”, vou ter que me acostumar com coisas assim, né?! Infelizmente…

(ps.: aquele gatinho que cuidamos na primeira ida está bem melhor!!! Todo docinho com a gente!!!)


Bom, agora vamos voltar lá com mais frequência…espero que saiam bons frutos daí!
Depois vou contando mais…

Beijos!

Anúncios

2 pensamentos sobre “"Cuidadoso, de mansinho"

  1. Difícil quando morre assim … A Gaia foi bem parecido e só estava eu e ela …
    Foi bem tenso, mas bola pra frente … E já estou apta para o próximo !

    E muito legal a sua iniciativa ai !

    Bjs

    Carol Beltran

    Curtir

  2. Ai, Carol…quando o bicho é seu deve ser infinitamente mais difícil…! eu nunca tive coragem de ver os meus (dos poucos que foram encontrados depois de mortos)
    O importante é isso, não deixar o coração esfriar e poder fazer outros pequenos felizes!

    Beijo

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s