Chegar

Há dias estou engasgada (não estamos todas?!) com o caso nojento do anestesista preso em flagrante abusando sexualmente de uma paciente sedada durante uma cesareana.

É mesmo o absurdo escancarado e este homem merece ser punido de muitas formas diferentes. Mas tem um lado dessa história que tava me doendo sem nome e que eu acabo de entender:
O fuzuê que este flagrante causou me mostra o quanto ainda são invisíveis as violências cometidas sistematicamente nos cenários de parto – e que eu vivo testemunhando…

Li em diversos lugares: “o cara abusou da mulher durante a cesarea. As mulheres não estão seguras no momento sagrado de ter seus filhos”. Não, elas definitivamente não estão!
Ainda que as outras Violências Obstétricas não sejam “literalmente” um abuso sexual, elas não o deixam de ser, porque, sim, o parto é um evento sexual. E diariamente as mulheres que o vivem são violentadas ali. Os exemplo que vejo o tempo todo vão desde as micro violências – comentários sutis que acusam, assustam ou desencorajam…até ações físicas, em seus corpos vulneráveis de quem tenta por o filho no mundo, que geram dor, medo e feridas (físicas e emocionais).

Enquanto doula, me sinto de mãos atadas. Me sinto violentada com elas, me sinto um pouco cúmplice por reconhecer a violência (muitas vezes antes de as próprias parturientes) e não poder fazer praticamente nada a respeito.

Das mil vezes que escrevi neste blog em 2022 que estou exausta, grande parte delas foi por esse motivo. Estou exausta de viver e assistir violências. Sinto raiva, mas o sangue que me sobe aos olhos não vira combustível para lutar. Ele vira uma vontade desesperada de me cegar e fugir correndo.

Fraca, covarde, incapaz…. vulnerável…anestesiada. Sou mulher também. E não sei quanto mais disso vou aguentar em pé.

Torço pra encontrar amparo em outras mulheres. Que a gente possa se revezar entre a luta indispensável e o (necessário) despencar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s