“Ele + Ela”

Então que aquela menina “nossa, ela é MUITO grudada em você!” tá crescendo, minha gente! E, vejam só que coisa, não quer mais saber muito de mim, não! Ceis acreditam??? hehehe

Eu sempre soube que isso ia acontecer e nunca me preocupei com tal grude da Cecília comigo, mas tô achando bem curioso acompanhar esse processo assim, de dentro, digamos..rs

Agora nessa casa TU-DO é o pai!

Quer dizer, temos nossos momentos de chamegos, os momentos já clássicos de “estou fazendo janta e ela tá no meu pé pedindo ‘colo da mamãe'” e tal… Mas se o pai está em casa e não está estudando, TU-DO é com o pai, tem que ser com pai! O papai!!!

Começou num feriado em que ele, sem aula, estava mais solto pela casa (rs) e ela aproveitou muitíssimo os 4 dias de pai disponível! Muitíssimo!! (Fiquei até com medo de ela entrar em abstinência quando a vida voltasse ao normal…hahaha)

E mais ou menos nesse período também, fizemos uma troca estratégica, pensando na chegada do Dante, em que ele assumiu a função de  colocá-la pra dormir toda noite…

 

Desde então a paixão só aumenta! Se ele está em casa, ela fica atrás dele o tempo todo! Se ele senta, ela tem que sentar do lado dele; se ele deita, ela deita quase em cima; se ele vai estudar, ela chora na porta fechada; se precisar trocar a fralda, tem que ser ele; tudo que ela faz é acompanhado de um sonoro “Pai! Olha eu, pai!!” e a lista podia continuar ao infinito e além…rs

Chegamos ao cúmulo de a Maní derrubar alguma coisa no chão e eu dizer “opa, caiu, já vou pegar” e escutar de resposta “não! papai, pega, por favor”! hahaha

Nesse dia eu concluí: “não sirvo pra mais nada nessa casa!”

E o Lucas completou: “não se preocupa que daqui a pouco chega mais um pra me ignorar por mais 2 anos!” hahahahahaha

 

 

Agora falando sério: tô achando a coisa mais linda assistir de camarote essa evolução na relação dos dois! Lucas ficava muito frustrado com as negativas da Cecília que, pra muita coisa, por muito tempo, só queria a mãe… E é uma belezinha ver que é tudo mesmo uma questão de fases… Que mesmo com essa aparente “ignorada de 2 anos”, a presença dele estava, sim, sendo notada e precisada e valorizada! Tanto estava, que agora os frutos estão sendo muito bem colhidos e saboreados! 🙂

E eu juro que não fico com ciúmes! Tô é aproveitando essas folguinhas que ando recebendo…hehehe

 

Mas um dia desses Cecília acordou vomitando de manhã… Depois de limpá-la e troca-la, a levei pra nossa cama, com o pai, pra que eu pudesse dar uma limpadinha na cama dela também. Quando cheguei no nosso quarto ela estava dormindo no abraço dele, como costuma fazer comigo… Achei bom que ela tivesse voltado a dormir, achei graça nele meio incomodado com a imobilidade do braço (coisa já tão comum nas minhas deitadas) e ok. Mas depois que ele dormiu também eu fiquei lá, acordada, ouvindo os dois respirarem, sentindo aquela cama tão grande e minha filhota tão longe de mim… Confesso: o coração apertou bonito de saudades dela! Saudades essa, sem dúvida, antecipada, com a consciência de tudinho que nos espera nos próximos meses…

Ai, que eu sentirei saudades dela!! ❤

 

13094393_10156743729620214_2380094648738199907_n

 

Mas, pelo menos, estarei com o coração tranquilo de saber nos braços de quem ela estará feliz!

Anúncios

12 pensamentos sobre ““Ele + Ela”

  1. Gabi, por aqui as coisas estão muito parecidas! Tomei até um susto quando fui lendo seu relato. Quantos eventos de identificação! A diferença é que aqui em casa, essa aproximação aconteceu meio que por imposição da nova gravidez. Resolvemos delegar mais funções ao papai pq a mamãe aqui já anda com cansaço extremado… E a química rolou! Forte! As dormidas agora estão por conta do pai – e isso inclui o grito da madrugada, quando ela acorda e chama “papai, papai, papai!”. Além disso, ele está ficando com ela também no final do dia, pra que eu possa fazer minhas aulas de yoga. Quando chego em casa, os dois estão sentados no chão, brincando, rindo ou comendo. Estão vivendo uma fase de muito amor! Ele está (mais) apaixonado por ela – e vice versa.
    E um (uns) viva (s) pra essa construção!
    Bjs

    Curtir

  2. Gabi, escrevi tres vezes um comentário e o wordpress me trollou loucamente.
    Estava pensando muito em vc nos ultimos dias…
    Essa construção é importante e necessária, e eles só se lançam quando sabem que somos porto onde eles podem atracar.
    Você vai ser uma só com o Dante por um bom tempo! Então aproveita também essa fase da Cecília!
    Beijos

    Curtir

  3. Eu me mordo de ciúme! Kkkkkk
    Mas por aqui quanto mais a pança cresce, mais agarrado em mim ele fica. Tem dia que dava tudo pra ele grudar com o pai um pouquinho.
    Salvo o banho que por razões óbvias não posso mais dar, o resto é tudo “mamãe”.

    Curtir

    • Hahahaha
      Sério?? Figura!
      Ixi… Segundo minha profunda análise social – baseada nos comentários no meu texto! Hahahahaha – as meninas parece que chegam primeiro nessa fase de grude com o pai (Freud explica, né?!), mas os meninos tb chegarão – aproveita e vai preparando seu ciúmes! Hehehe

      Curtir

  4. Aqui ainda não chegamos nesta fase, Anthony segue colado em mim, ainda sou eu para tudo, Diego também fica todo chateado com as negativas, mas como você disse, são fases, logo ele gruda no pai e não vai mais querer saber de mim. Cecília tem uma carinha de sapeca tão linda!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s