“29” + 1

Ontem eu trintei, minha gente!
Eu tinha uma curiosidade de saber como seria chegar nos 30, se teria crise, se teria revisão da vida, se teria festão…

Nas semanas anteriores ao aniversário eu até comecei a planejar juntar os amigos no karaokê pra cantar e comemorar e afogar a crise em coxinha e kibe, caso ela aparecesse. Aí desisti… (até porque o dinheiro que eu gastaria em coxinha, kibe, brigadeiro e beijinho precisou ficar reservado pro meu super presente de aniversário – que eu só volto pra contar no próximo post!)

Resolvi então marcar um almoço na véspera com o grupo de amigos e só. Comemos muita carne, me acabei num super bolo de chocolate, demorei uns (10) minutos pra perceber que tavam cantando parabéns pra mim (hahaha), usei a Cecília de “escudo” na vergonha do parabéns (hahahahaha) e foi isso!

No final do dia bateu uma crise de saudade e solidão, uma ameaça de revisão da vida… Mas na manhã do aniversário propriamente dito mandei tudo embora. Resolvi que a ordem dos 30 seria comeRmorar: adicionei ao pacote do dia anterior um café da manhã delícia com uma amiga, um almoço no burguer king (me julguem..rs) com a Cecília (me julguem mais ainda) e arrematei tudo com uma paella de mariscos sucesso na janta!!
E aí pronto, acabou o aniversário. Tenho 30 anos. Não aprendi a usar filtro solar. Mas aprendi a usar regularmente fio dental faz coisa de um mês.rs Ainda não sei o que fazer da vida. (apesar de ter uma paixão muito clara nos últimos anos). Tô cheia de hormônios e saudades e filhos e amores.

E esse aí é o máximo de “balanço” que vou me permitir agora. 😉