“E cai como uma lágrima de amor” – parte 2

Continuando a historinha

Como contei, acabei decidindo por fazer o desmame noturno pela técnica da “Remoção Gentil”. Resumidamente, ela consiste em dar o mamá todas as vezes que o bebê pedir, deixar que ele mame um pouco e, assim que notar que o ritmo da “sugada” diminuiu e o bebê relaxou, tirar delicadamente o peito de sua boca, com o bebê ainda acordado!

A ideia da técnica é desfazer a associação que o bebê tem entre o “mamar” e o ” dormir”, por isso ele mama quando quer, mas aprende que não precisa do peito pra pegar no sono.
Achei que era de fato uma maneira gentil e comecei a fazer durante a noite (diz que o momento mais importante é na primeira mamada, na hora de colocar a criança pra dormir)… Mas sei lá.. Não rolou..! Por falha minha e resistência dela, acho…

Cecília sacou de cara que eu tava de espreita, só esperando pra tirar o mamá dela e mudou vários padrões, várias coisas que estavam tranquilas como estavam, sabem?!

Primeiro vou contar como era: a primeira mamada já era meio nesse esquema, porque ela sozinha mamava o quanto precisava e depois soltava pra se acomodar na posição  que preferia e então  pegar no sono! 

E eram raras as mamadas na madrugada em que ela ficava chupeitando… Normalmente ela mamava com vontade até pegar no sono, aí ou eu tirava, ou ela mesma soltava o peito e eu já voltava pra minha cama, sempre simples e rápido, mesmo quando eram 5 ou 6 eventos desses na noite! rs

Normalmente na madrugada eu já entrava no quarto dela colocando o peito pra fora, mas nos últimos meses eu já tinha adotado o hábito de chegar e primeiro tentar só encostar nela, fazer um carinho e avisar que eu estava por lá pra que ela voltasse a dormir, e só dar o mamá quando ela pedisse. Embora na maioria das vezes ela acabasse pedindo, vez ou outra ela voltava a dormir “sozinha”!

Mas quando eu comecei a fazer a tal técnica Cecília  passou a já acordar exigindo o mamá! Trocou o chorinho e o “mamã” com que me chamava por um certeiro e decidido “MAMÁ”, assim, em letras garrafais! Tipo, “não venha me enrolar, quero meu mamá”! #Aíeucomeceiameirritar-parte1

Além disso, as mamadas passaram a ser mais longas e quando eu tentava tirar ela SEMPRE agarrava de volta com determinação! Mil vezes seguidas! #Aíeucomeceiameirritar-parte2

A criadora da técnica avisa que isso pode acontecer e ensina que devemos continuar insistindo… E talvez aí tenha sido minha primeira falha… 

Eu acabava desistindo e deixando ela mamar até soltar sozinha – geralmente já dormindo mesmo… Durante a noite eu ficava cansada, via que o sono (e as mamadas) dela estavam piores e me questionava mil vezes se era hora de estar fazendo isso, se estávamos mesmo preparadas, se era necessário e tal… E durante o dia voltava a “decidir” que era o melhor…

Óbvio que essa inconsistência não daria bons resultados, né?! rs
Isso tudo trouxe mudanças pra durante o dia també e essa foi a parte fundamental da história!

No meio desse rolo noturno eu demorei pra fazer a associação (óbvia, diga-se de passagem), mas as sonecas do dia também mudaram drasticamente! De um dia pro outro Cecília resolveu que não dormiria mais durante o dia a não ser que tivesse com meu peito na boca!

Ela sempre foi ruim pra sonecas diurnas e nesses 1 ano e 5 meses (completados hoje, aliás!! Uhu!!) tirou a grande maioria delas no meu colo! Quase sempre mamando até dormir, mas sempre soltando meu peito depois de pegar no sono.E tudo bem! 

De forma que quando virei uma grande chupeta humana, tendo meus mamilos mastigados por 16 dentinhos sonolentos e carentes de uma bebéia-meninagrande exigente e cansada #Aíeucomeceiameirritar-parte3!

Ou melhor, aí eu fiquei muito irritada!

Eu chorei de irritação! E de culpa pela irritação, of course!

Por aproximadamente 3 minutos eu pensei até em dar uma chupeta de verdade pra ela. E não desisti por convicções, mas pela preguiça que senti quando lembrei que depois teria que tirar a tal chupeta dela! Juro! rs

E foi assim que eu decidi que tinha chegado pra mim aquela hora em que a relação com a amamentação não tava mais bacana! Decidi que queria desmamar a Cecília! Decidi-decidido!
Algumas horas mais tarde, com meu piercing de peito devidamente acoplado (entenda-se: com Cecília dormindo no peito) li num grupo um post de uma mãe preocupada porque o filho doente não estava comendo e os comentários eram todos: “se ele mama, pode ficar tranquila!” E desabei em muitas lagrimas! 

Quer entender? 

Eu também! Hahaha

Mentira, continuo no próximo episódio…rs

inda’gorinha…

Anúncios

4 pensamentos sobre ““E cai como uma lágrima de amor” – parte 2

  1. As técnicas para o desmame noturno aqui duraram uma noite apenas, desisiti e sem que eu percebesse aconteceu…Ele dorme a noite inteira, eu idem.
    Já pensei em dar a chupeta também e já desisti porque pensei no momento da retirada também. #menaspreguiçosa
    Confesso que já cogitava o desmame aos 2 anos completos, aí ele teve roséola e não queria comer nada, beber nada, só aceitava mama….esqueci os desconfortos (19 meses de amamentação não é moleza não) e nem penso mais nisso por hora…

    Curtir

    • Sabe que aqui tb tá caminhando pra acontecer sozinho?! Uhu! rs
      Eu resolvi não colocar prazo, mas ir tirando lentamente… Vamos ver quanto vai demorar – o importante é que a pressa passou!

      Não é nada moleza! Mas se a gente escolhe seguir, deve ter mais vantagem que desconforto, né?! 😉
      Bjs!

      Curtir

  2. Quando vi que saiu este post novo vim correndo ler, primeiro porque me interesso muitissimo pelo tema, segundo porque adoro seus posts mesmo :). Mas como estava de madrugada, eu lendo pelo celular e acho tão dificil comentar, então to voltando agora.

    Fiquei pensando no que você contou aqui, pensando muito em como estão as coisas por aqui e como eu vejo toda essa história de amamentação. Acho que é importantissimo pra criança e também pra mãe. Tenho vontade de continuar dando mamá até os 2 anos, mas isso desde que esteja sendo bom para as duas partes, pra cria e pra mãe. Se não está, devemo repensar. Mas uma parada abrupta deve ser muito estressante para as duas partes envolvidas.

    Aqui em casa ainda estamos bem longe de desmamar. Liana ainda não come muito, boa parte do que ela se nutre ainda vem de mim. Mas a noite as vezes o bicho pega. Estou muito bem com 2 mamadas noturnas, mas mais que isso me cansa muito. Estou fazendo a remoção gentil, mas não muito bem, porque nem sempre faço pra ela pegar no sono, nossa rotina muda muito com viagens, então isso não é legal. Mas estou agora tentando melhorar isso. Pra mim ainda não tendo feito muito bem, ainda assim foi positivo. A Liana tem dormido mais horas.

    No seu caso, será que esse método não atrapalhou um pouco? Porque parece que antes estava melhor, e depois mudou pra pior o comportamento da Cecilia. Só uma ideia! Outra ideia: você já conversa com ela sobre essas coisas? A minha vizinha me disse que já falou com a filhota de 18 meses que seria bom ela dormir mais tempo, quando acordar não pedir mama porque a mãe está cansada, essas coisas. Ela disse que não funcionou 100% mas a filha dela entendeu.

    Espero que vocês fiquem bem! Gabi, deixo aqui meu abraço apartado pra ti! E você pode me chamar no facebook ok? Estou sempre por aqui!
    Beijos, Rita

    Curtir

    • Obrigada por tanto carinho, Rita!
      Acho mesmo que esse jeito torto e errado com que “usei a técnica ” acabou mais atrapalhando do que ajudando, por isso parei!
      Mas, por incrível que pareça, ela tem regulado o sono sozinha, acredita?! Tem dormido vaaaarias noites inteiras (não todas ainda, mas já não me importo..).
      Rotina é mega importante, né?! Aqui as viagens tb acabam atrapalhando… E eu, confesso, não sou a mais militar nos horários…
      Mas mesmo assim as coisas vão funcionando, viu?! rs

      Não tinha pensado na conversa, mas adorei a ideia! Às vezes me esqueço do quanto ela já compreende do mundo… Tentarei conversar sobre tudo isso!!

      Beijo grande!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s