“A novidade veio dar à praia”

Tenho uma tendência a ficar melancólica em datas festivas…

Hoje, especialmente, conforme o sol foi se pondo fui sentindo o choro ficar engasgado na garganta…
Não sei se pela dificuldade de me despedir de um ano tão lindo, completo e intenso como foi 2014… Ou se pela ansiedade pelas emoções e aventuras que 2015 certamente nos reserva… Fato é que escorreram umas lágrimas enquanto eu cheirava o cocoruco cheiroso da minha pica-pau/chinchila que mamava gostoso!

Hoje sinto gratidão pelo que vivi, sinto um pouco de medo pelo que vem, sinto curiosidade, mas não muita pressa pra experimentar tanta coisa nova que, sei, viverei!

Deve ser mais ou menos como se sentiu a Cecília ontem, conhecendo o mar…

O que eu desejo?
Caminhar pra 2015 com essa vontade:

/home/wpcom/public_html/wp-content/blogs.dir/f13/68336647/files/2014/12/img_7340.jpg

E ter essa companhia e esses sorrisos iluminando e refrescando meus novos dias e dando segurança pras minhas novas experiências !!
(mesmo que seja descabelados assim! Hehehe)

/home/wpcom/public_html/wp-content/blogs.dir/f13/68336647/files/2014/12/img_7341-0.jpg

Anúncios

"Querido Diário" 36s1d

Antes que o ano acabe com blog abandonado, né?! rs 

Tirei umas férias dessa vida de blog, mas aqui estamos, 36 semanas e 1 dia, tudo certinho!

Cecília tá super bem! Pulando, crescendo, virando e desvirando na barriga, me dando uns empurrões fortes (às vezes parece que ela quer abrir uma portinha e sair pela barriga mesmo! rs). Hoje fizemos um ultra-som (pra acompanhar o crescimento, por conta da diabetes gestacional) e a mocinha tá com 47, 7 cm e uns 2.800kg!!

Eu tô bem também! Não que a gravidez esteja sendo um paraíso puro, os sintomas chatinhos estão por aqui, mas acho que estou levando bem na boa! 
Azia quase todo dia, bastante falta de energia, os pés parece que começaram a querer inchar e definitivamente cresceram um pouco.. enfim, tudo isso que faz parte desse último mês, né!? 
Acho que no geral não tenho muito do que reclamar… e acho também que não ando reclamando demais (favor confirmar a informação com o pobre marido! hahaha)
Continuo dormindo super bem – preciso me cercar com uns 6 travesseiros (pra apoiar cabeça, barriga, costas, joelhos, braços, etc..rs) e por isso acabo passando bastante calor, mas durmo a noite toda na boa.. levanto umas 2 ou 3 vezes pra fazer xixi e volto a dormir sem problemas!
Não me sinto super pesada e nem enorme… na verdade me sinto bem menor do que as pessoas vêem e os espelhos e as fotos mostram! hahahaha


Foto do Natal – 35 semanas e 2 dias

A dieta continua certinha e a diabetes bem controlada (menos nas festas de fim de ano, porque, né?!rs). Os exercícios já se limitam aos passeios da Maní. Voltei a sentir a tal dor da relaxina na virilha. O calor tá de matar! (mas não tanto quanto no Brasil..rs)
E tô chorando mais que criança nos “terrible two”! Juro! Qualquer frustaçãozinha e a primeira reação é cair no choro, sabendo que é ridículo, mas sem conseguir controlar! hahahaha

Ontem montamos as malas da maternidade – maior emoção e frio na barriga!! Deu um nervosinho saber que falta pouco, deu uma pré-saudade da barriga e da gravidez que vai chegando ao fim, deu uma super vontade de ver uma bebéia dentro de tudo isso que guardamos na mala…!!!
Já colocamos o espelho no quarto e chegou o móvel que mandamos fazer (um trocador que depois vai se desmontar em 3 partes pequenas pro quarto montessoriano dela). Além disso também temos uma poltrona de amamentação delícia (presente!!), a bola de pilates pro trabalho de parto, a almofada de amamentação, enfim… falta bem pouquinha coisa pra não faltar mais nada!

Médico e matrona saíram de férias esse fim de semana… =/
Na sexta feira vamos conhecer a matrona substituta e na outra semana o médico subst. A partir de agora tenho consulta toda semana, mas intercalando, uma com o médico e uma com a matrona, o que na prática significará 1 consulta com o médico substituto e duas com a matrona…
Não preciso nem dizer que continuo na torcida pra Cecília esperar nossa equipe querida voltar de férias, né?! rs
Fomos conhecer a maternidade e tal Sala de Parto Integral. É bem bacana, espaçosa, oferece um monte de opções de movimento e posicionamento pro trabalho de parto e pro parto em si!
Também terminamos nosso plano de parto e apresentamos pra matrona e médico (os oficiais, falta apresentar pros substitutos), eles disseram que tá ok, que é assim mesmo que eles pretendem! =)
Aliás, outro momento emocionante esse: planejar e escrever, linha por linha das 3 páginas (rs), como a gente imagina e deseja que seja o momento tão importante do nascimento da nossa filha!! E melhor ainda porque me sinto super tranquila e segura com relação à equipe que (ojalá) vai nos acompanhar!

Enfim, estamos num momento meio confuso de esperar, mas meio sem querer… Ou seja, agora nos resta esperar a Cecília nascer, mas não quero que ela nasça antes das 39 semanas, ok?! hahahaha
Acho que por isso ainda não bateu uma super ansiedade, sabe?! Fico repetindo pra mim e pra ela: “mais 3 semaninhas…mais 3 semaninhas, pelo menos…”

E falando nisso, a matemática da coisa está assim:

– 2 semanas do prazo de “agora ela já pode nascer”
– 3 semanas pra quando eu gostaria que ela nascesse
– 4 semanas pra vovó chegar pro nascimento
– 5 semanas pra quando o Lucas JURA que ela VAI nascer
– 6 semanas de prazo máximo pra nascer de verdade


Ui!!! Fala se não dá muito frio na barriga?!?! rsrs



Ah… Não tô muito no clima de Festas de Fim de Ano esse ano, por isso não vai sair nenhum texto inspirado sobre o assunto…rs

Mas não tenho dúvidas de que, por aqui, 2014 será um ano incrível, memorável, de muito crescimento, muito aprendizado, muito chororô, muitas alegrias, muitas conquistas e de amores sem tamanho…!!!
E desejo tudo isso pra vocês também!!! 
Que  em “un año más”, 2014 seja um ano que valeu muito a pena!!!


Beijos com carinho aos meus queridos, curiosos e pacientes – os de sempre e os que foram chegando em 2013! 😉

"Vida Nova"

Sou partidária do seguro, do conhecido, do menos arriscado.

Como sempre no mesmo lugar, faço sempre o mesmo pedido, falo sempre com as mesmas pessoas.

Tenho medo do desconhecido, o diferente me arrepia a espinha.

Só não vivo (tão) estagnada porque na companhia de alguns “coletes salva-vidas” consigo arriscar alguns saltos novos…

Mas, chegou 2013….e sabe como é, né?! Ano novo, vida nova!
Então resolvi “fazer a louca”, inovar, mudar MESMO!

(não, não…não fiz um reflexo no cabelo que dê pra ver… continuo com o meu invisível…rs)

Mas troquei tudo: troquei o sabor (ops) o cheiro do limpador de piso, do amaciante de roupa, do detergente de louça. Comprei desodorante novo, hidratante desconhecido e estou seriamente pensando em trocar a marca dos meus shampoos!

Ooooooohhhhhhh!!!!!!


Aplausos pra senhora minha pessoa, por favor!

"Todo o azul da vida"

Fui reler meu post de ano novo do ano passado

2012 foi um ano de poucos acontecimentos, pouca novidade, pouca ação e, um pouco por tudo isso, poucas aparições nesse blog…

Mas foi um ano de conquistas importantes: alcancei minha “independência volantística” e, FINALMENTE, consegui terminar a faculdade!!!! Só por esses dois fatos o ano já valeria a pena!
Mas fora eles, houve todas as outras pequenas coisas que foram colorindo de aquarela o ano que passou!
Visita e re-vista de amigos e famílias, plantinhas que viraram árvores, comilanças, carinho em leão, amizades fortalecidas… todas essas coisas que vão se tornando rotineiras, que parecem que “não é tanto para um post no blog”, mas que na vida não perdem a importância!



Pois bem…2013 ainda é uma página em branco – e a impressora ainda nem está ligada!

A verdade é que não faço a menor idéia do que vai ser deste ano pra mim, mas espero que ele seja muito, muito colorido! 
Que as coragens e conquistas continuem brotando por aqui, que os amores sejam sempre mais fortes que as distâncias ou dificuldades, que a fome não pare nunca, que os desejos estejam além dos sonhos…

(e que esse blog seja mais frequentado pela minha pessoa…rs)

Isso é o que eu desejo para o ano de 2013, pra mim e para todos os meus queridos, curiosos e pacientes!!

Beijos atrasados!

"Tava indiferente, logo me comovo"

Há exatamente um ano eu estava em Paris, super encantada com o lugar. Mas eu ainda não sabia que ia encontrar meu coração em Edimburgo…

Eu ainda não sabia que chilenos não tem cara de índio; que Santiago é praticamente uma metrópole e que aqui pode até nevar, mas faz calor de verdade!

Há exatamente um ano eu nunca tinha tido um cachorro na vida, mas eu já desconfiava que seria conquistada…

Eu achava que sabia falar espanhol, e achava que estava preparada pra viver num novo país…

Eu não conhecia um monte de pessoas que agora existem na minha vida (com maior ou menor grau de importância).

Eu não sabia que a falta pode ter tantas facetas diferentes e nem pensava que aquele “saudades” sempre no final de alguns emails poderia ser tão mais palpável e real…

Há um ano eu suspeitava que 2011 seria imenso, em todos os sentidos! E suspeitava que MUITA coisa ia mudar…
Acho que eu ainda não sabia que EU mudaria tanto, nem que era possível mudar, sendo ainda a eu mesma de sempre.

Em 2011 eu reclamei muito na internet, nas redes sociais, no blog…
Aliás, em 2011 eu fiquei muito na internet… provavelmente pra vir sem ir de vez, pra deixar alguma marca em vocês aí tão longe e ter a presença de vocês aqui perto…

Parece que faz uns mil anos que estive na Europa, parece que faz só um tempinho que estou casada, parece que foi há alguns anos que sai do Brasil, parece que estou na faculdade há uma eternidade (por que será?? hahaha), parece que a Maní sempre esteve na minha vida, parece que o Chile é minha casa há pelo menos dois anos, parece que me despedi de alguns amigos há poucas semanas, parece que faz séculos que não vejo algumas pessoas (no caso de algumas, faz mesmo)…

O tempo é essa coisa maluca “que mexe com a minha cabeça e me deixa assim”(hahahaha)… mas o que eu andei percebendo é que a força e o peso de algumas experiências alteram bruscamente a sensação temporal sobre elas…

2011 foi uma vida inteira em um ano só!!!! 2012 já chega com mais calma… 
Talvez eu envelheça menos no próximo ano, talvez eu emagreça mais, talvez eu aprenda menos, talvez eu descubra mais…

Toda a sede de novidade misturada com o absurdo frio na barriga que eu sentia há exatamente um ano se acalmaram….
Mas fico contente em perceber em mim, para 2012, a fome de viver mais e, por que não, melhor!

Por isso, não vou desejar feliz ano novo pra vocês, mas sim um ano de barriga roncando, um ano de um apetite insaciável, para que, em um ano mais, possamos nos encontrar satisfeitos, com aquele soninho de depois de um bom almoço, deitar lado a lado na grama – mesmo que virtualmente – e comemorar todas as coisas deliciosas que devoramos no ano que passou!

Aos meus super queridos, simpaticamente curiosos e sempre pacientes, BOM APETITE!!!!!