"A dor e a delícia"

Tava aqui pensando em quão sortuda sou por estar tendo uma gravidez tão tranqüila…
Mas aí me perguntei: a gravidez é que está mega tranquila, ou a tranquilidade vem de mim mesma e facilita a experiência???
Acho que a pergunta é meio “tostinas”, sabem?!

É bem verdade que não tive nenhum problema maior, nenhuma intercorrência grave, nenhum sintoma absurdamente difícil de suportar… mas, poxa vida, tive – e tenho – um monte dos sintomas chatos normais: passei semanas enjoada o dia inteiro, ganhei umas estrias, tive dores de cabeça, passei por gripes pesadas sem poder tomar remédios, deixei de fazer coisas que queria, tenho cada vez mais incômodos, tenho contrações fortes faz tempo e outros sintomas que poderiam ter me deixado preocupada e com medo…e etc, né?! rs

Mas, sei lá, tenho a impressão de que reclamei muito pouco de tudo isso (o que é um milagre, visto que por muito tempo fui tipo a reclamadora oficial das redes sociais…rsrs) e, mais do que isso, fui aprendendo a ter muita calma pra pesquisar as causas de cada coisa e não morrer de medo por tudo, não ligar logo pra médico ou correr pra hospital…



Isso sem falar na coisa “remédica” da história!
Gente, eu era praticamente hipocondríaca, lembram?!? rs
Tomava dorflex como quem toma um cafézinho e pra qualquer sintoma chato, sempre encontrava a resposta na farmácia!

Antes mesmo de engravidar eu já tava tentando mudar um pouco isso (com ajuda da “homeopatia maridal” rs) e, claro, com as restrições da gravidez, uma parte da mudança teve que ser forçada…

Acontece que eu percebi que a mudança foi além… não parei de tomar remédio só porque “grávida não pode”. Parei mesmo aqueles que grávida pode sim!
Apesar dos enjôos diários do começo e da azia forte do final, conto nos dedos de uma mão quantas vezes recorri a algum remédio pra aliviar, por exemplo.

E pensando melhor, sinto que mudei a forma como me relaciono com meu corpo, a forma como lido com incômodos que aparecem…
Posso dizer que agora lanço mão de menos remédios e mais paciência…mais entendimento!
Algo me incomoda, ok… mas se eu sei o motivo e sei que não é sério, posso simplesmente esperar passar, tentar melhorar de uma maneira mais natural, tentar evitar uma próxima vez…

Isso é muito novo pra mim, mas tem dado bem certo!Me proporcionou grande parte dessa tranquilidade toda nos últimos meses – e isso é impagável!! 
Especialmente porque eu tinha muito medo de ter medo demais (falei disso aqui e aqui)
E agora que tá quase acabando a gravidez é bom demais olhar pra trás e perceber que superei isso… superei o medo, esqueci dele e vivi plenamente o que tinha de gostoso pra viver nessa experiência – ou melhor, estou vivendo, né?! Ainda não acabou! rs


E não posso deixar de relacionar essas mudanças internas com meu caminho em direção a um parto natural…
Se antes eu não suportava nem um começo de uma dor qualquer, agora lido de forma muito diferente com as reações que meu corpo tem.. 
Sei que isso vai ser fundamental no momento de passar pelo trabalho de parto! Porque se antes eu era do time “acho um absurdo sentir dor”, hoje sou do time “mas vamos entender porque isso dói” (rs).
E sei também da importância que isso terá ao enfrentar as contrações, da importância de não negar a dor e não lutar contra ela, mas reconhecê-la como parte do processo, saber que cada dor é uma onda cujo objetivo é trazer nossa filha mais pra perto de nós! 
Agora tenho informação suficiente pra deixar o meu corpo fazer o trabalho dele – mesmo que doa! Resta saber se terei força pra não interferir, pra só ajudar e deixar acontecer dessa que, cada vez mais eu tenho certeza, é a melhor maneira de trazer nossa filha ao mundo…!!!
Cenas dos próximos capítulos! (seguuuura curiosidade!! hehehe)


Porque dizem que DÓI, mas que é bom DEMAIS!!!
(Imagem daqui)




ps.: desculpaê se o texto tá mal escrito, desconexo, mal articulado, com erros banais de gramática… não é falta de revisão, juro! É falta de cérebro!! rs


ps.2: acabei de escrever esse textão sobre quão pouco eu reclamo, mas preciso confessar: nos últimos dias marido deu pra me chamar de “reclamona da menopausa”… não tô dando conta do calor absurdo (que muitas vezes só eu sinto), não, minha gente! hahahaha

Anúncios

4 pensamentos sobre “"A dor e a delícia"

  1. Que lindo esse post, Gabi! Adorei!!
    Muito legal ter acompanhado esse seu caminho de empoderamento durante toda a gestação.

    Eu nunca fui de tomar muitos remédios, até porque tenho alergia a muitos deles.
    Agora no começo eu tomei homeopatia pro enjoo e pra não ter tanto medo, mas nem isso consegui tomar diretão, depois que passou eu parei, ahsuahsuasa
    E lindo vc dizer que isso tb faz parte do caminho rumo ao parto natural. Ouço tanta gente falar que é “fraca” pra dor e já escolhe cesárea (oi?), nem se dá ao direito de conhecer o outro lado, de se conhecer muito mais. Mas enfim, escolhas de cada uma.

    Nem me fale do calor, aqui tá demaaais também, super te entendo! haha

    Beijo grande!

    Curtir

  2. Gabi, que bom essa tranquilidade, busca pelo auto-conhecimento, empoderamento e tudo mais! Eu sempre fui do time das que preferem evitar remédios, analgésico só em último caso, e assim quero continuar. Hei, daqui a pouco devemos estar lendo aqui a notícia da chegada da Cecília… Que seja uma delícia pra você! Com as dores e com todo sentimento!
    Beijos
    Rita
    http://melancianabarriga.blogspot.com.br/

    Curtir

  3. É isso, Má: estar aberta pra conhecer as outras possibilidades: as do mundo e as nossas próprias, né?!
    Me orgulho dessa evolução, viu?! Viva essa blogosfera linda que ajudou tanto esse processo!!

    E do calor…afff!!! Pelo menos me dou melhor com o calor seco daqui do que o úmido do Brasil…. =/

    Beijão!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s