"Branco como coco, branco como leite"

Fala se não é destino:


Hoje de manhã fui pra aula normal,apresentei trabalho e tal… mas depois do intervalo o professor e alguns alunos resolveram ir para o centro de Santiago, pra filmar a marcha de estudantes que estava rolando por lá.
Era perto das 11 da manhã e eu teria aula a tarde e um trabalho pra ficar terminando por lá na hora do almoço, mas como era muito cedo, acabei resolvendo vir almoçar em casa.
Antes de ir embora passei na secretaria pra deixar o contrato da (finalmente) matrícula e a funcionária me disse: “Está nevando, Gabriela”. Achei que era alguma expressão chilena, porque estava realmente chovendo muito e as partes externas da Escuela estavam alagadas…então só dei um sorrisinho e fiquei esperando o papel que ela iria me entregar.
Aí ela me disse: “Não! Tá nevando de verdade!” e me mostrou a tela do computador, onde ela estava vendo notícias ao vivo que mostravam neve em “diversos sectores de Santiago”. 
Abri um sorriso tão grande que ela sacou na hora: “Você nunca viu neve, assim, na cidade, né?”. Pois é, nunca!
Na lua-de-mel fomos pra Europa bem no inverno, passamos frio pra caramba, mas o máximo de neve que eu vi foi um restinho sujo e quase derretido nos chãos de Paris, e uma ameaça de neve em Londres, mas que acabou não vingando…
Na verdade a neve fugiu de mim a viagem inteira: cheguei em Paris uns dois dias depois da neve, sai de Edimburgo um dia antes (imagina que sonho, minha querida Edimburgo com neve!!!) e assim por diante…Aqui no Chile já fui várias vezes pra montanhas nevadas, mas sempre encontrando a neve já no chão…


Bom, entrei no ônibus pra voltar pra casa pensando que chegando aqui iria ligar a televisão pra ver onde estava a neve e avaliar as possibilidades de ir até ela…
Quando, de repente…na metade do caminho…. começo a ver umas coisas caindo do céu. Primeiro achei que eram gotas da chuva interminável refletindo algum traço de sol, mas aí fiquei olhando fixamente pra todas as janelas ao mesmo tempo e confirmei minha hipótese desejada: era neve!!! Fininha, pouquinha, branquinha…neve!!!
Meu impulso imediato foi levantar pra descer do ônibus! Desceria, deixaria alguns flocos caírem no meu casaco preto, tiraria umas fotos e pegaria o próximo ônibus! Parecia simples…mas acabei desistindo – eu tinha que voltar cedo pra faculdade pra terminar um trabalho, lembram?. Combinei comigo mesma que se quando chegasse no meu ponto certo não estivesse mais nevando eu pegaria o ônibus de volta! rs  Como a tal da neve foi aumentando um pouco enquanto o ônibus andava, fiquei tranquila. 
Tranquila e feliz! Tanto que o cara que estava do meu lado percebeu pela minha movimentação que tinha alguma coisa acontecendo, olhou pela janela e comentou comigo, sorrindo “es nieve!”. Ah! Foi ele também que viu que derrubei meu cartão do ônibus na rua quando desci e fiquei maravilhada rodando em torno do meu próprio eixo e filmando tudo! hahaha


Bom, a “nevasca” foi só aumentando, ficando mais e mais linda! A chuva foi parando e deixando só o espetáculo branco!
Juro, lindo!


E eu não era a única caipira encantada, não!


Nevar em Santiago é muito raro e, segundo as notícias, por tanto tempo e com tanta intensidade, MUITO mais raro! Ou seja, turistas e chilenos como bobos pelas ruas tirando foto, filmando, fechando o guarda chuva pra deixar a neve cair em si e sorrindo..todo mundo sorria! Todos olhavam pros desconhecidos pra comentar a beleza do momento!
Acho que foi um momento tão emocionante (ou mais emocionante, não sei bem) quanto o meu primeiro terremoto! hehehe


Tudo isso enquanto esperava “minha segunda condução”… Graças a uma paralisação de algumas linhas de ônibus fiquei uma meia hora nesse ponto, assistindo tudo, vendo a reação das pessoas, vendo as mudanças na intensidade da neve e as conseqüências no cenário…babando muito! E fazendo uns vídeos e postando na internet pra todo mundo acompanhar minha emoção em tempo real! hahaha (pude curtir tranquila porque a essa hora já tinha recebido um email do professor cancelando a aula de amanhã em que eu teria que entregar o tal trabalho por terminar).


Quando finalmente chegou “la micro”, estava lotada pra caramba e só dentro desse aperto é que fui me dar conta de que minha mão que estava sem luva (pra poder segurar o celular e filmar tudo) estava completamente vermelha e congelada e meus pés…nem se fala! A bota que eu achava que era impermeável tinha deixado, em algum momento x, entrar água nos meus pés e eles doíam de tão congelados que estavam!


Cheguei em casa e, depois de tirar foto da varanda e mostrar a neve pra Maní, enfiei meus pés na banheira na água bem quente e, JURO, senti muita dor enquanto meus pés descongelavam! Muita! Só não chorei de dor porque fiquei rindo com a Maní desesperada sem entender o que raios eu estava fazendo, voluntariamente, dentro daquela banheira de tortura! hahahaha


Mas, como eu já disse no facebook, valeu muito a pena! Cada dedo congelado valeu a pena!!! Foi incrível de lindo e emocionante! Pode me chamar de boba, de caipira, o que seja… Foi intenso!
Pra quem ainda não viu no facebook, seguem algumas imagens:

Boneco de neve!!!

(reconhecem meu prédio?? rs)

Escuela Militar






Bom, em casa tomei uma sopinha, coloquei mais meia, troquei de calça.. fiquei no conflito: sapato que não molha X sapato que não derrapa no gelo (sim, porque o chão estava muito escorregadio)…hahaha
Na hora em que precisei sair pra voltar pra faculdade já tinha parado de nevar e voltado a chover, então optei pela bota que não molha, mesmo…rs








E foi isso! Certinho! Exatamente nesse buraco que magicamente ficou livre no meu dia, nevou em Santiago!
Quando saí já não tinha muita neve e quando voltei encontrei a mesma vista da Escuela Militar assim:







Fala se não foi o destino que me liberou … fala!!!





Anúncios

3 pensamentos sobre “"Branco como coco, branco como leite"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s