"Querido Diário" – 32 semanas


Novo dia, nova semana, novo mês… merece post novo, né?! rs


De novo atrasei pra vir contar “as últimas” da gravidez e vai acabar tudo resumido nesse post longo… =( Vamos lá!

No dia 18/11 começamos o curso com a matrona! E o negócio é tão bom, mas tão bom, que várias vezes durante a primeira aula meu olho enchia de lágrima (já falei que virei chorona??? hahaha) de emoção por estar ouvindo aquilo! 
A Pascale (que é quem dá o curso e será minha matrona!!!) é tipo a personificação de TUDO que venho lendo, aprendendo e desejando pro meu parto!!! Juro!! É lindo!! rs
Saí de lá me sentindo tranquila e “encontrada”…foi um alívio sem tamanho encontrar aqui no Chile e, melhor, na minha equipe, essa mentalidade super humanizada que busco pro meu parto!!!
Fora que é bem divertido conhecer outros casais grávidos e tão diferentes.. uns super “ativistas” e outros que passam a aula com cara de pânico e quase choram quando ouvem falar de contração..rsrs

*********

A diabete tá super controladinha! Tanto que médico e nutricionista me liberaram um pouco: a nutri aumentou um pouco a quantidade de carboidratos no almoço e na janta e o médico mudou minhas medições de glicemia de 3 pra só 1 vez por dia! =)
Até agora todas as medições estiveram bem abaixo do permitido! Quer dizer, só tive uma um tiquinho acima do que devia, mas foi por um ótimo motivo.. já já eu conto!rs

**********

Os sintomas chatinhos estão começando a dar as caras… 
Agora tenho um tempo máximo que consigo ficar sentada (em cadeira, carro, etc..só meu sofá se salva!).. por exemplo, um almoço num restaurante – contando caminho até lá, tempo de escolher, pedir, comer, conta, etc já tá beirando meu limite do suportável..se a coisa estender pra um bate papo, já não consigo! Começa a doer minha bunda, depois minhas pernas, depois minhas costas… Aí vai me dando mau humor e preciso sair correndo antes que vire abóbora, sabe como?? rsrs
Essa semana estive MUITO cansada! Tudo que eu começava a fazer só aguentava tranquila por uns 5 minutos, aí já batia um quase desespero pra parar, sentar e descansar… tudo! Passeio com a Maní, pilates, janta, até banho…rs
Também essa semana comecei a ter azia no final do dia (antes do jantar) e a acordar com dor nas costas (acho que preciso rever minha posição de dormir…)

***********

Cecília tá “meio” apertadinha aqui dentro…sinto seus movimentos com muito mais força e intensidade agora!! E em momentos que não sentia antes, como quando estou fazendo caminhada…
Essa força toda às vezes incomoda, confesso, mas ainda não comecei a sentir os tais chutes doloridos na costela! Aliás, dizem as (más?) línguas que minha barriga tá super baixa e que a essa altura não deve subir mais, então é possível que eu nem venham a sentir tais dores… Veremos!

*************

Na semana passada recebi a visita mega especial dos meus pais!! Eles vieram passar 4 dias aqui com a gente só pra ver e paparicar a barriga! E foi exatamente o que a gente fez! Nada de turismo, quase nada de passeio… só ficar juntinho, conversar muito, matar a saudade, mimar muito a Gabi (hahaha)… Foi gostoso DEMAIS!!! Pena que passa tão rápido!
Ah! Ano passado eles vieram com a mala carregada de guloseimas pra mim, já esse ano vieram cheios de presentes pra Cecília (e uns pra mim tb…hehehe)

Abraço bom com jeito de colo!

Maní felizona com a chegada deles!
Caras inchadas de despedida!



Maní triste porque eles tavam indo…

*************


E no meio desses dias de visita o Lucas e uns amigos organizaram nosso Baby Shower!
TOTAL e ABSOLUTAMENTE SURPRESA!!!
Se o Lucas já é ótimo em me fazer surpresas normalmente, imagina com a cabeça lerda de grávida aqui?!?! hahaha
Foi muito legal, muito lindo e não desconfiei nem por um milisegundo de nada!!! Não preciso nem tentar descrever a emoção, né?!
(Quando estiver com as fotos faço um post só do chá, porque merece!!!)
Ah! Claro que foi no dia seguinte ao chá que minha glicemia saiu alteradinha, né?! Não seria justo me controlar e ficar sem brigadeiro, beijinho, coxinha, bolinha de queijo….rs Mas juro que não abusei! Só não passei vontade!

************

Sexta foi embora a cama de visitas que ainda habitava o já quarto da Cecília – e aí começamos os preparativos!!!

Adesivo de parede colocado!


Armário só com as coisas dela!!


Ficou tão lindo o adesivo que todo vez que passo pela porta do quarto paro um pouquinho e dou uma babada! Tô apaixonada!! hehehe

*********

E pra terminar, hoje completamos 32 semanas!

Foto de hoje


E agora tô oficialmente no período de “falta pouco, mas ainda falta taaaanto!!!” rsrsrs
32 semanas significam que ela pode nascer entre 6 e 10 semanas de agora! E, gente, 6 semanas é muito pouco, né, não?!? hahaha
Mas na verdade já combinei com ela: Cecília só pode nascer a partir das 39 semanas, porque antes disso meu médico e minha matrona (dos sonhos!) estarão de férias! Por isso, nada de pressa!! rs

Essa semana temos consulta com o médico, aí volto pra contar! 😉

Beijos em todos!!

Anúncios

"Com açúcar" demais…

Tinha dito que semana passada era semana de exames e consulta mas não sabia que a maratona só ia acabar hoje!


Isso porque no tal exame chato da curva de glicose apareceu uma alteração que, em seguida, foi diagnosticada como diabetes gestacional…  =/

Diabetes Gestacional acontece quando durante (e só durante) a gravidez o corpo não consegue processar o açúcar no sangue como deveria.
Ela é específica desse período porque os hormônios da gravidez dificultam a produção e o funcionamento normal da insulina, portanto, depois do parto as coisas voltam a funcionar como antes (apesar de ela ser também um indicativo de que no futuro a mulher pode vir a desenvolver uma diabete das “tradicionais”…). 
Um corpo “saudável” deve ser capaz de, na gestação, fazer os ajustes necessários, ou seja, produzir mais insulina pra dar conta da bagunça causada pelos hormônios amigos… Então a diabete gestacional acontece quando esses ajustes não são feitos de maneira eficiente e os níveis de glicose no sangue ficam acima do que deveriam…
No exame da curva de glicose colhe-se sangue em jejum, toma-se uns 75g de glicose e depois volta-se a colher sangue após 1 hora e 2 horas da ingestão. O meu exame saiu normal no jejum e na 1 hora, mas alterado na segunda hora…
A alteração não foi brusca e desconfio até que se fosse no Brasil ia ficar por isso mesmo…
Mas aqui a coisa foi levada a sério! rs Meu obstetra me encaminhou pra um “diabetólogo” (um endocrinologista especializado em diabetes), que me encaminhou pra uma nutricionista e um enfermeira de diabetes…

A diabete gestacional só apresenta sintomas se estiver com os níveis muuuito descontrolados (o que não é o meu caso) e, de todas as “doenças gestacionais” é a mais tranquila de se ter (palavras do meu médico..rs). O controle é feito só com dieta, exercícios e medições 3x ao dia do nível de glicose (com aquele negocinho de furar o dedo, sabem?!).


Meu novo “fiel companheiro”


Os efeitos também não são dos mais drásticos… Se não for controlada a diabete pode causa um crescimento excessivo do feto, aumento do líquido amniótico, aumentar as chances do bebê ter icterícia, problemas respiratórios e uma crise de hipoglicemia logo após o nascimento (isso sem falar na maior chance de ele desenvolver diabetes depois de grande…)
Mas tudo isso só se não for controlado…cuidando certinho, como tem que ser, nada deveria acontecer!
E quando o Lucas perguntou qual era o problema do bebê crescer demais o médico respondeu: “em geral pode trazer complicações para o parto” e completou, em direção a mim “mas você tem uma série de características físicas que me dizem que um bebê grande não seria complicação…” – ou seja, nada como ser alta e mega bunduda num país de baixinhas-retas! hahahahaha


O que importa é que está tudo bem com a gente, meu exames clínicos e mesmo os outros de sangue e urina estão ótimos, minha dieta foi ajustada e não fiquei mais preocupada do que deveria com essa história, juro.
Mas fiquei bem chateada, confesso… preferia ter saído da consulta com o “un embarazo absolutamente sano e normal”, como vinha sendo sempre… preferia mil vezes não ter o peso na consciência de saber que cada açúcar a mais que como está indo de forma indevida pra minha filha(em média 2/3 do açúcar consumido pela mãe vai pro feto!!!), preferia também não ter que me preocupar e me privar com dieta restritiva (só porque me gabei que tava fácil a dieta de antes…rs), mas…
Fiquei bem chateada no começo, dei até umas choradinhas escondida (o que não quer dizer nada, porque ando MEGA chorona esses dias..rs), mas agora tá acalmando… Depois do dia maratona na clínica, de ser super bem atendida e de ter as primeiras medições com níveis excelentes de glicose já começo a achar menos chato tudo isso (veremos o que estarei achando em uma semana mais…rsrs)


E a Cecília nessa história toda???
Vai “muito bem, obrigada”! Continua com sua rotina normal de exercícios e sono, continua conversando com a gente por movimentos e se desenvolvendo como deveria!
Como há esse risco de “crescer demais”, o médico pediu um ultra-som pra dar uma olhada no crescimento e tá tudo ótimo!

A (desde sempre) pequena gigante, no auge das suas 29 semanas e 2 dias está com 40,5 cm e 1.360kg.

E linda, linda…

Cataplof!

Aliás, a “tia Carol” deu a melhor definição EVER sobre a diabete gestacional: disse que tem mais açúcar no meu sangue porque tô carregando na barriga um bombonzinho delicioso!!!! 
Pra morrer de amores, né não?! rs