"Vem"

Escrevi no último dia do curso de parto natural com a matrona:

“Vem, filha! Vem, que aqui fora a gente vai te deixar segura e à vontade, que nem aí dentro, mas com mais amor, com muito toque, muita troca de olhar, muita troca entre nós…
Quero te conhecer! Saber quem é você, como é você, te respeitar e aprender com você!
Quero ser meu novo eu; quero ser sua, como você é minha.
Vem tranquila, vem no seu tempo, do seu jeito…
Vem nos fazer “nós quatro”!”

E agora que ela veio e nós somos 4, estou fazendo tudo isso que prometi: olho infinitamente pra ela…pego, cheiro, agarro, beijo, não quero soltar nunquinha!
A estou conhecendo a cada segundo, aprendo do que ela gosta ou não gosta, conhecendo todas suas expressões, me deliciando com seus barulhinhos… assim como estou me conhecendo como mãe..!
É tudo novo e é tudo uma delícia (pelo menos por enquanto..rs)

Me sinto COMPLETA  e aí não “sobra” tempo pra muito mais – ainda tem as outras pessoas que estão por aqui, tem a filha mais velha, gostosa que só ela, tem euzinha precisando se cuidar…

Quero continuar registrando aqui nossas aventuras e amores, mesmo que nessas passadinhas rápidas assim…Mas vocês entendem que vou sumir do resto, né?! rs
(Facebook, por exemplo, entro, vejo as notificações, leio e me emociono com as mensagens, mas não dá pra responder e nem tenho vontade de ficar lá brincando com o resto…)
Posso pedir? Tenham um pouquinho mais de paciência comigo, pode ser?! Não se sintam “não correspondidos”(rs) e não abandonem a gente!! rs
Aos pouquinhos vou aparecendo e voltando…
(Relato de Parto é promessa que juro que vou pagar!!!)

BeijosBeijos


Porque agora sou mãe de duas!

De duas descabeladas! rs


Anúncios

"Que tu já nasceste em verso e prosa"

Ontem, as 18:12, depois de 15 horas de trabalho de parto, de chegar na clínica já em fase de transição (com 9cm de dilatação!), de ter sido muito ajudada e apoiada, de ter me sentido amada e respeitada, depois de ser forte como eu antes não suspeitava que podia ser… eu pari, num lindo parto natural, a pequena Cecília!!!

Ela nasceu com 3.290kg e 51,5cm, linda, perfeita, maravilhosa…nossa!!!

E se eu disse um milhão de vezes que estar grávida era surreal, vou ter que inventar uma palavra nova pra descrever a sensação increíble que é ter nos braços esse meu pacotinho de amor!!!!


Ps.: agradeço de coração todas as lindas mensagens que estamos recebendo de boas vindas à pequena e parabéns aos papais! Dúvido que consiga responder uma a uma, mas saibam que receber tanto amor assim faz um bem danado e nos deixa felizes demais!!! Obrigada!!

"Querido Diário" – 39 semanas – pequeno anexo

Porque, né?! Se falta neurônio funcionando, nada mais esperado do que faltar pedaços do post.. hahaha
Faltaram tantos comentáriozinhos que ia dar trabalho editar e acrescentar, então resolvi escrever a parte, ok?!

Esqueci de falar que além das mudanças no cabelo e na pele, minhas unhas também começaram a crescer loucamente!!! Tava desde o começo da gravidez esperando essas mudanças famosas, mas elas só vieram agora, bem no finalzinho… curioso, não?!

Também não comentei que o calor deu uma aliviada…voltamos ao estado mais normal do verão Santiaguino, em que nas sombras a gente não passa tanto calor e a noite dá uma bela refrescada – bela, mesmo!! Silvia e Lucas até reclamam de frio, colocam mais roupa e fecham janelas…eu tô só achando uma delícia o ventinho fresco e brigando oras janelas ficarem abertas! hahaha

Dirigir já tá difícil porque além da dor na bunda (falei dela antes, né?! rs), a barriga fica praticamente encostando no volante – então decidiram que eu não devo mais fazer isso…rs
Eu, que não acho a tarefa nenhuma maravilha, tô até gostando! rs

Maní tá curtindo a companhia nova e constante da Sil, tá um pouco mais carente e continua com sua sensibilidade ímpar: grudou em mim de um jeito delícia quando cheguei tristonha com a notícia da matrona! ❤

E, principalmente, faltou a importante comemoração das minha pequenas vitórias gravídicas:

– com 39 semanas consegui cortar sozinha as unhas do meu pé!!! Todas elas!!! Uhuuu!!!! hahaha

– com 39+2 Maní teve sessão de banho e tosa!!! Sil fez companhia e deu uma mão na hora de usar a máquina de tosar (pq ela tá com mau contato e tá um saquinho de usar!)… fiquei orgulhosa por poder manter a rotina da filha mais velha normal até agora! rs


– fui no cinema assistir Hobbit e aguentei as quase 3 horas de filme inteirinhas, sem dormir, sem ter dores chatas e, especialmente, sem precisar ir fazer xixi no meio!! rsrs Cecília se mexeu o filme todo e o pai babão logo concluiu que ela já escolheu seu filme e sua mascota preferidos!! hahaha

“Dagão”- o bichinho preferido da Cecília

"Querido Diário" – 39 semanas – pequeno anexo

Porque, né?! Se falta neurônio funcionando, nada mais esperado do que faltar pedaços do post.. hahaha
Faltaram tantos comentáriozinhos que ia dar trabalho editar e acrescentar, então resolvi escrever a parte, ok?!

Esqueci de falar que além das mudanças no cabelo e na pele, minhas unhas também começaram a crescer loucamente!!! Tava desde o começo da gravidez esperando essas mudanças famosas, mas elas só vieram agora, bem no finalzinho… curioso, não?!

Também não comentei que o calor deu uma aliviada…voltamos ao estado mais normal do verão Santiaguino, em que nas sombras a gente não passa tanto calor e a noite dá uma bela refrescada – bela, mesmo!! Silvia e Lucas até reclamam de frio, colocam mais roupa e fecham janelas…eu tô só achando uma delícia o ventinho fresco e brigando oras janelas ficarem abertas! hahaha

Dirigir já tá difícil porque além da dor na bunda (falei dela antes, né?! rs), a barriga fica praticamente encostando no volante – então decidiram que eu não devo mais fazer isso…rs
Eu, que não acho a tarefa nenhuma maravilha, tô até gostando! rs

Maní tá curtindo a companhia nova e constante da Sil, tá um pouco mais carente e continua com sua sensibilidade ímpar: grudou em mim de um jeito delícia quando cheguei tristonha com a notícia da matrona! ❤

E, principalmente, faltou a importante comemoração das minha pequenas vitórias gravídicas:

– com 39 semanas consegui cortar sozinha as unhas do meu pé!!! Todas elas!!! Uhuuu!!!! hahaha

– com 39+2 Maní teve sessão de banho e tosa!!! Sil fez companhia e deu uma mão na hora de usar a máquina de tosar (pq ela tá com mau contato e tá um saquinho de usar!)… fiquei orgulhosa por poder manter a rotina da filha mais velha normal até agora! rs


– fui no cinema assistir Hobbit e aguentei as quase 3 horas de filme inteirinhas, sem dormir, sem ter dores chatas e, especialmente, sem precisar ir fazer xixi no meio!! rsrs Cecília se mexeu o filme todo e o pai babão logo concluiu que ela já escolheu seu filme e sua mascota preferidos!! hahaha

“Dagão”- o bichinho preferido da Cecília

"Querido Diário" 39s2d

Trinta e nove semanas. E dois dias.


E (posso falar sem parecer “izibida“?? rs) tô me sentindo muito melhor agora do que, por exemplo, na semana 37…

Azia praticamente sumiu, inchaços matinais também, dor na virilha também… maravilha, né, não?!
Ainda durmo a noite inteira sem problemas, abaixo e levanto quantas vezes precisar/quiser, me sinto bem e quando o cansaço bate, geralmente posso parar e até dormir um  pouco! rs
Meu cabelo e minha pele é que mudaram bastante nesse final…o cabelo tá (precisando de um corte! hahaha) mais cheio, parece..talvez mais grosso… e a pele mais oleosa, várias espinhas no rosto e bem menos necessidade de cremes, apesar da secura de sempre nos ares chilenos!
As contrações estão ficando mais frequentes e intensas..já até andamos brincando de contar os tempos/intervalos com um aplicativo do celular e acabei tirando uma noite de sono do marido, que acabou ficando muito ansioso! hahaha

Já chegou tudo que compramos que ainda faltava e agora tá tudo certinho! Quarto, roupas, detalhes, tudo!
Eu fiz as lembrancinhas da maternidade, o Lucas fez um mobile montessoriano, a tia Carol fez o nome da pequena… tudo simples, com a nossa cara e nossa inexperiência… mas incrível como eu tô gostando mais assim!!!

Também chegou nossa doula querida importada do Brasil!! rs

Cecília cumpriu o acordo e esperou a semana 39 pra equipe voltar de férias, fofa!
O médico voltou (ufa!) e tivemos consulta hoje – tá tudo lindo!
O único problema foi com a matrona… =/ A mãe da nossa matrona oficial morreu (enquanto ela tava de férias, coitada) e ela ficou bem mal…dizem que está isolada, fora de Santiago e sem previsão de volta pro trabalho… Temos que entender, né?!
Fiquei bem chateada com a notícia..queria muito a Pascale com a gente e ela fazia parte do meu plano de parto dos sonhos… Mesmo que eu soubesse antes que as coisas não vão sair exatamente conforme planejamos e pronto, foi duro ter que lidar com uma decepção assim, já antes da hora…
Maaas… como a Cecília vai ter que sair uma hora (rs), tive que fazer as pazes com essa nova realidade pra poder relaxar e permitir à minha filha uma vinda tranquila…
(tá, vai…confesso que ainda tô tentando engolir um pouco de birra da matrona nova…rs)


Apesar de todo mundo dizer que nessa altura a bebê deveria se mexer menos, porque tem menos espaço, Cecília contraria as regras e dança Macarena tranquilamente – o que faz com que, algumas vezes, minha pele doa de tão esticada que fica! rs Mas eu ainda me divirto e fico olhando que nem boba – aliás, agora tenho companhia, a Sil (a doula) fica comigo babando no balé-barrídico! hehehe

Temos conversado bastante sobre parto (o meu e o conceito/ato geral), plano de parto, desejos, vontades, medos…tem sido bem bacana! 

Continuo curiosa sobre como vai ser! Mas, juro, só sobre o como, tô beeeem tranquila sobre o quando!
A ansiedade não chegou!!! Não sei se porque me sinto informada (preparada?) e sei mais ou menos o que esperar, ou se porque está muito tranquilo “continuar grávida”, mas parei de fazer contagem regressiva, não fico mais pensando em prazos, probabilidades, etc…a verdade é que não me importa, não faz diferença…e a escolha é só da Cecília!!!
Já o resto TODO DO MUNDO tá super ansioso! Não paro de receber mensagens perguntando: algumas mais diretas (tipo: “e aí, alguma coisa??”, “nasceu??”) e outras disfarçadas de inocentes ( “tudo bem por aí???”) hahaha
Confesso que entendo, mas já começo a ficar meio irritada… acho que se eu tivesse uma pontinha pequena de ansiedade, essa pressão externa estaria me fazendo um mal danado e as pessoas parece que não percebem! E olha que ainda nem passamos da DPP! rs
Hay que esperar, no más…


Ah!! Essa semana tiramos pra conhecer pediatras! Na segunda fomos em uma e amanhã temos outro…
Os dois são antroposóficos e a impressão com a primeira foi bem boa!!! Quando decidirmos com qual vamos ficar venho contar melhor!

E acho que é isso… 
Hay que esperar, no más…
esperar…planejar…sonhar…


Barriga de domingo – baixou um monte, não dá pra negar!




"A dor e a delícia"

Tava aqui pensando em quão sortuda sou por estar tendo uma gravidez tão tranqüila…
Mas aí me perguntei: a gravidez é que está mega tranquila, ou a tranquilidade vem de mim mesma e facilita a experiência???
Acho que a pergunta é meio “tostinas”, sabem?!

É bem verdade que não tive nenhum problema maior, nenhuma intercorrência grave, nenhum sintoma absurdamente difícil de suportar… mas, poxa vida, tive – e tenho – um monte dos sintomas chatos normais: passei semanas enjoada o dia inteiro, ganhei umas estrias, tive dores de cabeça, passei por gripes pesadas sem poder tomar remédios, deixei de fazer coisas que queria, tenho cada vez mais incômodos, tenho contrações fortes faz tempo e outros sintomas que poderiam ter me deixado preocupada e com medo…e etc, né?! rs

Mas, sei lá, tenho a impressão de que reclamei muito pouco de tudo isso (o que é um milagre, visto que por muito tempo fui tipo a reclamadora oficial das redes sociais…rsrs) e, mais do que isso, fui aprendendo a ter muita calma pra pesquisar as causas de cada coisa e não morrer de medo por tudo, não ligar logo pra médico ou correr pra hospital…



Isso sem falar na coisa “remédica” da história!
Gente, eu era praticamente hipocondríaca, lembram?!? rs
Tomava dorflex como quem toma um cafézinho e pra qualquer sintoma chato, sempre encontrava a resposta na farmácia!

Antes mesmo de engravidar eu já tava tentando mudar um pouco isso (com ajuda da “homeopatia maridal” rs) e, claro, com as restrições da gravidez, uma parte da mudança teve que ser forçada…

Acontece que eu percebi que a mudança foi além… não parei de tomar remédio só porque “grávida não pode”. Parei mesmo aqueles que grávida pode sim!
Apesar dos enjôos diários do começo e da azia forte do final, conto nos dedos de uma mão quantas vezes recorri a algum remédio pra aliviar, por exemplo.

E pensando melhor, sinto que mudei a forma como me relaciono com meu corpo, a forma como lido com incômodos que aparecem…
Posso dizer que agora lanço mão de menos remédios e mais paciência…mais entendimento!
Algo me incomoda, ok… mas se eu sei o motivo e sei que não é sério, posso simplesmente esperar passar, tentar melhorar de uma maneira mais natural, tentar evitar uma próxima vez…

Isso é muito novo pra mim, mas tem dado bem certo!Me proporcionou grande parte dessa tranquilidade toda nos últimos meses – e isso é impagável!! 
Especialmente porque eu tinha muito medo de ter medo demais (falei disso aqui e aqui)
E agora que tá quase acabando a gravidez é bom demais olhar pra trás e perceber que superei isso… superei o medo, esqueci dele e vivi plenamente o que tinha de gostoso pra viver nessa experiência – ou melhor, estou vivendo, né?! Ainda não acabou! rs


E não posso deixar de relacionar essas mudanças internas com meu caminho em direção a um parto natural…
Se antes eu não suportava nem um começo de uma dor qualquer, agora lido de forma muito diferente com as reações que meu corpo tem.. 
Sei que isso vai ser fundamental no momento de passar pelo trabalho de parto! Porque se antes eu era do time “acho um absurdo sentir dor”, hoje sou do time “mas vamos entender porque isso dói” (rs).
E sei também da importância que isso terá ao enfrentar as contrações, da importância de não negar a dor e não lutar contra ela, mas reconhecê-la como parte do processo, saber que cada dor é uma onda cujo objetivo é trazer nossa filha mais pra perto de nós! 
Agora tenho informação suficiente pra deixar o meu corpo fazer o trabalho dele – mesmo que doa! Resta saber se terei força pra não interferir, pra só ajudar e deixar acontecer dessa que, cada vez mais eu tenho certeza, é a melhor maneira de trazer nossa filha ao mundo…!!!
Cenas dos próximos capítulos! (seguuuura curiosidade!! hehehe)


Porque dizem que DÓI, mas que é bom DEMAIS!!!
(Imagem daqui)




ps.: desculpaê se o texto tá mal escrito, desconexo, mal articulado, com erros banais de gramática… não é falta de revisão, juro! É falta de cérebro!! rs


ps.2: acabei de escrever esse textão sobre quão pouco eu reclamo, mas preciso confessar: nos últimos dias marido deu pra me chamar de “reclamona da menopausa”… não tô dando conta do calor absurdo (que muitas vezes só eu sinto), não, minha gente! hahahaha

"Querido Diário" – 38 semanas

A vida inteira achei que uma gravidez durava 38 semanas – 9 meses – por isso, por mais que agora eu tenha lido um monte e tenha super claro que ainda posso ter até quase um mês de barriga pela frente, tem um ladinho meu que se emociona com essa “marca” alcançada hoje: 38 semanas!

Os aplicativos que leio a cada domingo (na entrada de cada nova semana) também ajudaram: todos destacando o fato de que a partir de agora a bebê pode nascer a qualquer momento, todos enfatizando que a brincadeira está chegando ao final e todos descrevendo o que pode ser o começo do trabalho de parto.
É claro que eu já sabia de tudo isso, claro que já li milhares de linhas a respeito desse momento… mas agora que chegou minha vez de vivê-lo, acabei engolindo uma lagriminha (rs) porque emociona pensar que minha filha tá mesmo chegando e que logo me despedirei da barriga – que vai deixar saudades…



No domingo passado, completando 37 semanas, os incômodos ganharam mais força… percebi que em dias de mais esforço fico me sentindo mais pesada, com ainda mais dor na virilha, um pouco de dor nas costas, contrações mais doloridas, muito cansaço e falta de energia, as mãos acordando inchadas… isso sem falar no calor, que tá absurdo mesmo, mas que aparentemente eu sinto muito mais do que as outras pessoas…rs – até umas duas noites de sono ele conseguiu me roubar! Humpf!
Cheguei a achar que agora seria assim até o final: cada vez mais incômodos e cada vez mais fortes, mas aí descobri que se eu consigo descansar, isso tudo alivia bastante! E, por sorte, até que tenho conseguido!! Ufa!!


Parece que perdi o controle quase total do meu cérebro! Sabem o que é dizer uma frase e no segundo seguinte não saber o que se disse??? Tô assim! É terrível!!! E é provavelmente por isso que tô mais afastada de blog e redes sociais… Se não consigo falar, imagina escrever?!? rs



Conhecemos matrona e médico substitutos já… os dois são simpáticos e tal… mas continuo na contagem regressiva: mais 8 dias e os oficiais estão de volta!!
Aliás, Cecília ainda não tá encaixada e o povo que atendeu a gente esses dias tá ” beeemmm sussa”, todos dizendo que ainda teremos que esperar por ela! Melhor assim! rs


No fim de semana passado meu pai e a Patricia vieram nos visitar – visitar a barriga, na verdade..hahaha – e foi bem delícia! Muito papo, muita comilança, jogos, compras, presentes lindos…!!!  =)
(na hora de ir embora meu pai confessou que tinha alguma esperança de Cecília resolver nascer enquanto ele estava aqui!! hehehe)


Aliás, as pessoas tem me olhado agora como se eu fosse explodir a qualquer momento! rs
Saio pra passear com a Maní e os olhares vão sempre direto pra barriga e sempre acompanhados de expressões engraçadas!
Se eu faço careta ou reclamo de alguma dor (tipo porque chutei a roda do carrinho de supermercado! hahaha), o povo em volta já dá um pulo: “que foi?? Tudo bem??”
E eu achando graça disso tudo! hahaha

Assim eu nem acho tão grande…rs

Já assim….rs



A ansiedade ainda não bateu, juro!
(vou me considerar ansiosa quando começar a fazer xixi de madrugada com a luz acesa, pra garantir que não tem nada de diferente acontecendo, ou quando eu começar a controlar os tempos das contrações de treinamento que me acompanham intensamente há tanto tempo…rs)

Tô bem tranquila, na verdade… curiosa pra saber como o MEU trabalho de parto vai começar, como serão as dores, como eu lidarei com elas, etc…
Mas é só curiosidade…não é pressa, não é preocupação e, acima de tudo, não é medo!
Tô tão tranquila que às vezes (muito de vez em quando) me pergunto se não vou quebrar a cara quando descobrir que é tudo mais difícil do que eu tô esperando! hahaha


E, no mais, nos resta esperar…
Curtir o que ainda tem de gravidez, de barriga pulante, de vida a dois, de vida a três…
Esperar que Cecília esteja pronta pra vir pra esse mundo maluco pra que nossa nova aventura possa começar!!!

Quanto será que falta??? rs