"Eu lhe dou de graça"

É hermano…a aventura começou!
E não tem jeito, a hermana aqui é melhor com as palavras escritas do que faladas… por isso, aí estão as dicas que você pediu ontem:


Prepare-se pra muita dor de cabeça de cérebro cansado de ser tradutor (e de não entender um monte de coisas! rs)

Fique craque no inglês, aprenda pelo menos um pouco do holandês, mas não se esqueça de procurar algum “refúgio em português”, porque, acredite, em um ano dá pra esquecer bastante coisa…rs

Saiba que você vai ter que lidar com pais (e irmã..hehehe) muito carentes de atenção e demonstrações de afeto. Tenha paciência com eles e saiba que em vários momentos os papéis estarão invertidos e é você que vai, sim!, procurar por colo!

Por favor! Entre mais (participativo) no mundo das redes sociais pra gente poder ficar mais “pertinho” de você, mas sem deixar que isso te roube os preciosos minutos (quantos? já fez a conta?) da aventura holandesa!

Faça um monte de colegas, encontre alguns bons amigos e lembre-se sempre dos que ficaram longe…

Aliás, paciência também com os amigos de antes que depois de alguns meses de contato internético vão acabar sumindo…

Muitas vezes o skype e o facebook serão seu refúgio e seus melhores amigos! Eles resolvem quase todas as dificuldades da distância – menos as gastronômicas! rs

Prepare-se pra sentimentos contraditórios: você vai achar tudo o máximo na Holanda e horrível no Brasil… e no minuto seguinte vai estar sentindo saudades de qualquer coisa brasileira ridícula, como o cheiro do banheiro dos gatos (hahahaha) ou as viagens de ônibus pra Sanca ou de ouvir português na televisão…

Reclame do Brasil, reclame da Holanda, dos brasileiros e dos holandeses… as comparações são inevitáveis, mas é bom tentar limpar os olhos pra ver as coisas sem pré-conceitos e reconhecer os problemas e qualidades dos dois lados…

Sobre as coisas da casa, pode gritar que eu ajudo daqui! Mas se te conheço bem, você vai ter um milhão de coisas mais interessantes pra fazer (tipo achar um novo fundo de tela pro computador) antes de se preocupar em como fazer pra limpar direito o banheiro ou tirar mancha de roupa! hahaha

Saiba que por mais comidas deliciosas que você encontre por aí, o básico gostinho brasileiro vai fazer uma mega falta e na volta você nem vai dar conta de resolver todas as saudades!

Acostume-se, aliás, com as faltas, com as saudades, com as ausências. Você vai sentí-las quase que diariamente e às vezes vai chorar por elas tanto quanto vai chorar por não querer voltar à velha vida!

Lembre-se sempre que (pelo menos dessa vez) é só por um ano! Não perca tempo deixando coisas pra depois, aproveite tudo o que puder na hora que puder, mas sem sofrer o final por antecipação, ok?!

Um ano vai parecer uma vida inteira! Você vai mudar muito (pra melhor e pior) e é provável que a parte que não mude você acabe descobrindo como “sua essência”.

Você vai aprender muito! Sobre ciência, sobre história, sobre a vida, sobre você, sobre sua família e suas origens! Esteja aberto pra abraçar tudo isso! Aberto pra pensar e repensar sobre o novo e sobre tudo que você tinha antes como certo.

Deixe espaço pro amor!  De perto ou de longe, com ou sem prazo de validade… amor é sempre bom de ser vivido! 

Cuidado com as liberdades da vida solitária à distância no país das liberdades… Curta o que puder, mas lembre-se: sem se perder de você – da sua essência e da sua consciência! rs 

A ficha de que você está aí “pra valer” deve ir caindo aos poucos…a cada passo… a chave do alojamento, o desfazer a mala, as primeiras refeições, os primeiros amigos, a primeira aula – acho que meio parecido com a faculdade no interior – e cada vez que a ficha descer um pouco mais, você vai sentir mais euforia e mais medinho… as duas coisas também serão parte de você agora!

Paciência no supermercado! rs Por mais cansativo que seja no começo, vá provando aos poucos (e talvez até anotando marcas e tal), pedindo dicas e prepare-se pra jogar um monte de coisa ruim e bizarra fora! hahaha Procure as coisas conhecidas pra ter em casa – pra se sentir em casa e matar umas saudades – mas aventure-se também nas coisas típicas do lugar!

Não fique só no grupinho do brasileiros e/ou estrangeiros! Sempre que tiver a chance, conviva de perto com os holandeses! É a melhor maneira de conhecer de verdade o país e a cultura!

Fique atento à cultura! Vá percebendo o que não é bem visto, o que pode ser ofensivo (rs), como eles tratam e como gostam de ser tratados… você está “na casa” deles, é de bom tom seguir as regras do lugar!

Por mais google-maníaco que você seja, acredite, tem conselhos, receitas e orientações que só mãe sabe dar! E pai…e irmã que tá virando mãe…rs

Saiba que quando ficar doente você vai querer muito “estar em casa”, vai querer colo de mãe e pai e vai escrever pra eles só pra ter de volta um “ah que droga, filho, se cuida…”!

Esteja preparado pra errar, pra tropeçar, pra cair de bicicleta (rs), pra passar vergonha…! E sempre que precisar “chorar” (ou só choramingar) a gente vai estar aqui, pra recomendar remédio e pra rir disso tudo… te dar mais saúde e mais leveza!

E use sempre filtro solar! hahahahahahha


Se eu for lembrando de mais coisa vou atualizando o post….e daqui a um tempo você vai me ajudar a completar essa lista, ok?!



Te amo, hermano! Espero que você possa viver essa experiência ao máximo – pro bem e pro mal – com toda a riqueza que ela terá!

(e espero que dê pra me fazer uma visitinha no começo do ano que vem, porque eu não sou de ferro e vou morrer de saudades! rs)


Vida de expatriado será moleza pra um leão selvagem! hahahaha






  

Anúncios

9 pensamentos sobre “"Eu lhe dou de graça"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s