"Se fosse permitido, eu revertia o tempo"

Mãe de primeira viagem sofre!

A Maní tá doentinha e eu com o coração apertado – de preocupação e um pouco de culpa…

Ela nunca foi fácil pra comer. Quando chegou em casa estava com inflamação de ouvido e de garganta e não conseguia comer porque sentia dor. Mas mesmo depois que isso tudo passou, continuou fresquinha…
Tem dia que ela não tá com vontade e só come um pouquinho, na hora que quer…
Eu troquei comida, dei só arroz com frango um tempo, inventei mil e umas artes pra divertir/enganar e ver se ela comia – fingir que estava comendo a ração dela, dar na boca um a um, jogar e deixar ela caçar cada grão….
Até que me convenci de que ela é assim, difícil pra comer, sem que isso seja ruim – puxou a mãe! (eu fazia minha mãe e minha vó se desdobrarem pra comer quando era bebê)

Também desde que chegou aqui ela tem um “vômito” estranho que acontece de quando em quando. Não sai comida, é uma gosma amarela com uma espuma, também amarelada. A inexperiente aqui achava que era catarro – como é normal da raça ter problemas de respiração, achei que fazia parte! Ela faz barulhos igual ao de um gato vomitando bola de pelo, só que cospe a gosma amarela…

Mas aí isso começou a aumentar a frequência e eu percebi que nos dias em que ela vomitava, ela ficava sem comer nada. Aí fiquei preocupada e falei com o veterinário.

Ele veio aqui e examinou. Apalpando achou que não tinha nada errado com os órgãos internos e, ao invés de fazer o exame de sangue (que seria muito agressivo, especialmente no cão mega agitado quando tem gente nova em casa), resolveu ir pelo método mais simples. 
Como o comportamento dela não mudou e tal, ele resolveu apostar que seria um refluxo ou uma gastrite e tratou pra isso. Mas os remédios não adiantaram nada! Ela continuou com o mesmo padrão de vômito e não comida, e o veterinário resolveu fazer o exame de sangue.
Ele tinha me dito pra ficar tranquila, porque se fosse alguma coisa mais séria teria afetado o desenvolvimento dela, e como ela é normal, ele achava que seria ainda alguma coisinha no estômago…
Ela não gostou nada de fazer o exame, chorou pra caramba enquanto o elástico apertava a pata dela e – segundo o veterinário – o sangue não corria pra fora por causa do estresse. Tivemos que furar a outra pata também e ficamos massageando até sair o sangue. Mas apesar do chororô, ela é um anjinho…não tentou morder, nem tirar a pata!

Na sexta saiu o resultado e saiu alterado…  (o GGT saiu um pouco alto)
Agora ele pediu uma ecografia de abdomen, com atenção especial no fígado. Vamos fazer amanhã, então dedos cruzados.

A Maní também anda dormindo bastante, muito mesmo.Tá passando várias horas na caminha dela, na maior preguiça… e a mãe inexperiente aqui não sabe se isso é porque ela tá ficando adulta (mês que vem já completa 1 aninho) ou se é algum sintoma de alguma coisa…

Aí eu fico aqui preocupada, ansiosa pra saber logo desse resultado e culpada, porque se tivesse investigado antes a história dos vômitos, poderia ser mais fácil… fora que me mata não saber se ela dormir tantas horas é normal ou não!
Uma droga isso!

Tadinha…

Torçam pra que não seja nada sério e que ela fique bem logo, logo!!!

Anúncios

Um pensamento sobre “"Se fosse permitido, eu revertia o tempo"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s